Perdeu a data do Prouni? Veja outras opções que podem te ajudar

O Prouni, Programa Universidades para Todos, foi criado para auxiliar os alunos a entrarem no ensino superior através do ensino privado dispondo de bolsas de 50% e 100% de desconto. As bolsas são distribuídas pelo programa de acordo com as melhores pontuações alcançadas no Exame Nacional de Ensino Médio (ENEM).

Você sabia que o programa tem prazo de inscrição? Caso você tenha perdido a data em questão, não precisa se desesperar! Trouxemos aqui algumas soluções para você. Veja abaixo outras opções que podem te ajudar.

Educa Mais Brasil

Por mais de uma década, o Educa Mais Brasil vem direcionando descontos em bolsa de estudo para jovens e adultos que querem ingressar no ensino superior em uma instituição particular de ensino. O programa é destinado a pessoas que não podem pagar as mensalidades do curso integralmente. 

Você pode se inscrever no programa através do site. É só acessar, encontrar a bolsa que melhor lhe servirá e se inscrever. Ficou interessado? Então fique ligado quando abre inscrição Educa Mais Brasil 2020!

Prouni segunda entrada

Se, por acaso você perdeu a inscrição do Prouni do começo do ano, saiba que é ó possível se inscrever da mesma forma com a sua nota do ENEM na segunda entra do Prouni. O programa abre inscrição duas vezes por ano, como mencionado no começo do ano, e no meio, quando começa o segundo semestre do ano.

Se inscrever no Prouni é simples e totalmente online. Quando o período de inscrição começar, você deve acessar o portão do programa e fazer seu cadastro fornecendo os dados requeridos. Depois é só selecionar duas opções de curso e esperar a divulgação dos resultados.

Quero Bolsa

O Quero Bolsa é um site que distribui descontos em universidades particulares. O benefício é conhecido pelo fácil acesso. Você realiza a sua pré-matricula via internet e depois a sua matrícula presencial e o desconto é válido até o fim do curso.

Entre no site, procure as bolsas oferecidas e realize a sua pré-matrícula!

Fies

Fies é um programa de financiamento estudantil. É uma boa opção para quem precisa ingressar em uma instituição privada de qualidade em pouco tempo e não pode arcar com o valor total. O Fies tem juros mínimo e só começa a se quitar o financiamento quando o curso chega ao fim.

Se inscrever no Fies é um processo online. Você deve acessar o site e preencher algumas informações pessoais e socioeconômicas. Depois você precisa aguardar aprovação. Se aprovado, você precisará validar seu cadastro.

Como conseguir uma bolsa de estudo em uma universidade privada?

Bancar os custos de uma universidade privada não é nada fácil pois as mensalidades podem pesar no seu orçamento ou da sua família. E a crise que se instalou no Brasil afeta diretamente quem deseja realizar um curso no ensino superior.

Mas você não precisa desistir de ter uma graduação no seu currículo. Hoje em dia, no mercado educacional, é possível encontrar diversas maneiras de ajudar o aluno a fazer um curso de ensino superior em faculdades privadas. Pensando nisso, nós selecionamos algumas maneiras de garantir bolsas de estudos em universidades privadas. Confira:

Prouni

O Governo Federal disponibiliza, através do Programa Universidade para Todos (ProUni), bolsas de estudo parciais e integrais em universidades privadas de todo o País para estudantes que comprovam ter baixa renda

Para participar do Programa, o estudante deve verificar quais cursos e instituições pode conseguir ingressar com base na nota de corte do PROUNI dos anos anteriores. Nesse Programa é necessário ter feito o Exame Nacional do Ensino Médio, Enem no ano anterior, ter tirado uma nota maior que 450 nas provas e não ter zerado a redação.

Programas Estaduais e municipais

Alguns estados e municípios do país oferecem bolsas de estudo aos que desejam estudar em instituições particulares. O Procred (Programa de Crédito Educativo), por exemplo, é um programa do Rio Grande do Sul.

Já no Estado de São Paulo, existe o Bolsa Universidade. Para saber mais detalhes sobre esses programas ou para saber se seu estudo disponibiliza algum benefício estudantil, procure a Secretaria de Educação do seu estado e saiba se ele possui algum projeto parecido.

Bolsas de Universidades

Algumas universidades disponibilizam bolsas de atividades esportivas para alunos que sejam atletas pela faculdade e participe dos campeonatos universitários. Para isso é sempre exigido um bom desempenho acadêmico.

Geralmente as bolsas esportivas podem chegar até 100% de descontos na mensalidade e não necessariamente é preciso ter alguma experiência como atleta. No entanto tudo depende da instituição e do desempenho do aluno nos esportes.

Outra opção são as bolsas de Iniciação Científica, ou seja, bolsas para estudantes que desenvolvem projetos como pontapé inicial para as áreas de pesquisa acadêmica. Normalmente o estudante escolhe um objeto de estudo e em seguida desenvolve um projeto de pesquisa com orientações de um professor.

Além de conseguir excelentes bolsas de estudos, com um projeto de iniciação científica também é possível ter mais facilidade de ingressar em um mestrado ou doutorado, além de também se encaixar mais facilmente no mercado de trabalho.

Programas de iniciativa privada

Algumas empresas de educação também disponibilizam bolsas em Universidades privadas, como o Quero Bolsa, um site especializado na oferta de bolsas de estudos. Esse Programa disponibiliza descontos de até 75% no valor de mensalidades de instituições particulares e não é necessário ter realizado o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) além de também não precisar comprovar renda.

Outro Programa bastante conhecido é o Educa Mais Brasil que disponibiliza descontos de até 70% para cursos de graduação em mais de 18 mil instituições espalhadas por todo País. Para participar é preciso fazer um cadastro no site oficial do Programa, onde você também pode consultar as instituições e cursos, o estado e a cidade de seu interesse.

Dicas sobre o Sisutec

O sisutec surgiu com o objetivo de auxiliar jovens de baixa renda a ingressarem no mercado de trabalho em bons cargos. O Sisutec é o Sistema de Seleção Unificada para Cursos Técnico, que auxilia jovens a conquistarem vagas gratuitas em cursos técnicos em diferentes áreas de atuação. 

Quem pode se inscrever no Sisutec Cursos?

Podem participar alunos que concluíram o ensino médio em escola pública ou como bolsista integral em escola particular. Os alunos que querem participar do Sisutec 2020 deverão ter realizado a prova do Enem no ano anterior a inscrição no programa e ter obtido nota igual ou superior a 600 pontos nas provas de múltipla escolha e não ter zerado na prova de redação.

É importante ficar atento, pois muitas instituições que oferecem os cursos do Sisutec 2020 exigem um critério de nota mínima diferenciada para a inscrição nos seus cursos, a chamada nota de corte. Se a nota do inscrito não for suficiente, a inscrição não é validada. Além disso, deve-se ficar atento a alguns critérios diferenciados, como idade e escolaridade. No momento da inscrição é preciso informar o número da inscrição do Enem. Confira como se inscrever no Sisu 2020, cursos e vagas disponíveis.

Sisutec Cursos Inscrições – Como se inscrever no Sisutec 2020.

É muito fácil se inscrever no Sisutec Cursos. O aluno deverá ter em mãos o número de inscrição do Enem, bem como o login de acesso e a senha da inscrição do Enem. O aluno também deverá se encaixar nos requisitos de inscrição para o Sisutec Cursos 2020, como ter concluído o ensino médio em escola da rede pública ou como bolsista integral em escola particular, realizado a nota do Enem e ter obtido nota superior a 600 pontos e redação não zerada.

Para se inscrever no Sisutec Cursos, o aluno deverá acessar o site oficial do Sisutec. No site, ele precisará utilizar o número de inscrição do Enem para a inscrição. O aluno deverá informar este número, e escolher o curso que deseja realizar, bem como a instituição de ensino mais próxima que oferece este curso. O aluno também deverá escolher uma segunda opção de curso, pois caso não passe em sua primeira opção, há chance de obter resultado positivo na segunda opção. Aí é só esperar os processos de seleção para saber se foi informado.

Cursos Técnicos do Sisutec

O Sisutec oferece inúmeros cursos de nível técnico, afim de capacitar jovens em diversas áreas de conhecimento. Só em 2014 foram oferecidas mais de 299 mil vagas em cursos de nível técnico. São oferecidos pelo Sisutec cursos técnicos em áreas da indústria, comércio, bens e serviços. Os cursos técnicos do Sisutec são oferecidos em instituições de ensino públicas e privadas, sendo nas instituições privadas oferecidos de maneira totalmente gratuita. Grandes instituições são parceiras do Sisutec, como o Senai e o Senac.

Conheça programa privado de bolsas de estudos

O Educa Mais Brasil é um programa de incentivo que oferece descontos para os estudantes que desejam ingressar em alguma instituição particular. O maior objetivo do programa é aumentar a qualidade de ensino do país. Se você tem interesse em ser um estudante beneficiado, continue lendo para descobrir como funciona a distribuição de bolsas do Educa Mais Brasil.

As bolsas do Educa Mais Brasil

Muitas pessoas não sabem, mas o programa Educa Mais Brasil não beneficia apenas quem deseja suavizar as mensalidades do ensino superior. As bolsas também estão disponíveis para o financiamento da educação básica em instituições privadas.

Ou seja, existem vários tipos de bolsa no projeto. Confira abaixo:

  • Educação Básica – De Berçário ao Ensino Médio;
  • Educação Para Jovens e Adultos – EJA;
  • Preparatórios para ENEM e Vestibular;
  • Preparatórios para Concursos Públicos;
  • Cursos Livres Complementares;
  • Cursos Técnicos;
  • Idiomas;
  • Graduação;
  • Pós-graduação.

Quem pode se inscrever

Para concorrer a uma das bolsas, de qualquer categoria, o candidato precisa estar preenchendo alguns requisitos. Tem direito a concorrer aos benefícios do programa, quem:

  • Comprovar sua situação financeira de baixa renda para provar que não tem como arcar com as mensalidades integrais.
  • Nunca tiver realizado matrícula na instituição privada que escolher.
  • Não tiver realizado matrícula em instituições de ensino superior em um período de 6 meses após o fim do ensino médio.
  • Tiver alcançado uma boa nota do ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio).
  • For aprovado nos processos seletivos das próprias instituições de ensino.

Como se inscrever

  • Se inscrever no Educa Mais Brasil é fácil e simples. Você fará todo processo de inscrição pela plataforma online, sem sair do conforto da sua casa. O que você deve fazer é:
  • Acessar o site do Educa Mais Brasil.
  • Fornecer ao site a sua cidade para que ele faça uma busca nas oportunidades.
  • Escolher o curso de sua preferência.
  • Avaliar as bolsas disponíveis e os descontos.
  • Selecionar a bolsa que for mais condizente com as suas preferências.
  • Pronto! Depois disso, é só fornecer alguns dos seus dados pessoais para o site e verificar a documentação que você precisará portar quando for comparecer à instituição de sua escolha. Você pode modificar suas informações na plataforma a qualquer instante.

Ficou interessado e deseja conquistar uma bolsa para começar a investir no seu futuro? É simples, basta acessar o site do educa mais Brasil. Outra maneira de ingressar no ensino particular com bolsas de 50 a 100% de desconto é o ProUni, um programa criado pelo governo federal a fim de facilitar o acesso dos estudantes ao ensino superior. Para saber mais, acesse o site do programa.

MEC divulga vagas para segundo semestre em universidades

O resultado do ENEM 2019 sai no dia 19 de janeiro de 2020, após o anuncio dos resultados do ENEM, as inscrições PROUNI 2020 estarão abertas, para se inscrever basta seguir os passos demonstrados no texto abaixo.

Os estudantes já se preparam para o exame com o intuito de conseguir vaga em seu curso preferido numa universidade no Brasil. No país, temos dois processos seletivos que ajudam os estudantes a conseguirem a tão sonhada vaga. O Prouni 2020 será um deles.

O Programa Universidade para todos (Prouni) foi criado para que jovens de baixa renda pudessem cursar uma faculdade através de uma bolsa em universidades particulares.

Datas Prouni

O MEC ainda não divulgou o período de inscrições Prouni 2020, até por que está fechando as inscrições para o 2° semestre do Prouni. As bolsas remanescentes (que não foram aproveitadas) novamente entram no processo para preencher o resto das vagas com estudantes que se candidataram na 1° fase. Para concorrer a essas bolsas, o candidato deve ter feito o ENEM em 2019 e ter nota acima de 450 e não ter zerado a redação. O resultado sai no dia 18 de janeiro de 2020 e os felizardos devem se matricular nas universidades no mês de Fevereiro.

Com a prova do ENEM 2019 no final de outubro, o resultado do exame deve sair no fim do ano ou no início de janeiro de 2020. Com isso, as inscrições do Sisu 2020 abrem geralmente nas duas primeiras semanas de janeiro e as do Prouni 2020 nas duas últimas semanas. Então fique ligado aqui no site para ter mais informações.

 Como se Inscrever no Prouni 2020

Você se inscreve no Prouni 2020 através do site.  O Prouni libera bolsas parciais (50%) e integrais (100%) e só podem participar os candidatos que comprovarem uma renda bruta mensal de até três salários mínimos por pessoa.  O estudante pode acompanhar a prévia do resultado através do Site Prouni, após realizar sua inscrição. Ele deve escolher duas opções e ficar ligado na classificação.

Prouni Inscrições

Exemplo: O candidato escolhe cursar jornalismo, ele seleciona o curso e tem acesso a todas as bolsas destinadas ao curso nas universidades da sua cidade.  Ele escolhe duas opções, podendo ser para a mesma universidade em turnos diferentes. Escolhendo as duas opções ele tem acesso ao tipo de bolsa (integral ou parcial), número de vagas, universidade, curso e turno. Ele pode acompanhar as escolhas todos os dias até o final do período de inscrição. Caso, ele veja que não vai conseguir a bolsa para as universidades escolhidas, ele pode trocar até o final do período do Prouni 2020 inscrições.

Os resultados do Prouni 2020 saem logo após o término da inscrição e os ganhadores das vagas se inscrevem nas universidades escolhidas em fevereiro. O Prouni 2020 possui duas listas de espera que saem a partir de março e os chamados tem até maio para se inscrever na universidade.

Programa social já tirou milhares de famílias da pobreza

O Bolsa Família é um programa criado pelo governo durante a gestão do presidente Luís Inácio Lula da Silva que tem beneficiado milhares de famílias de baixa renda, tirando-as da pobreza extrema. Para orientar as famílias que recebem esse benefício, foi criado o Calendário Bolsa Família 2020. Nesse post, você poderá conferir todas as informações sobre o Calendário Bolsa Família 2020. Continue conosco!

O Bolsa Família é um programa de transferência direta de renda. Todos os meses, diversas famílias que se encontram em situação de extrema pobreza recebem uma quantia em dinheiro.

Esse dinheiro é um auxílio para a sobrevivência dessas famílias e permite que elas possam ter moradia, alimentação, saúde, educação e cuidados básicos. Confira também como funciona a consulta ao Calendário do PIS 2020.

O valor do Bolsa Família recebido por cada família pode variar. No momento da seleção das famílias, o setor do governo responsável pelo pagamento desse benefício avalia uma série de fatores. A localização da moradia, a idade das pessoas que compõe a família, a quantidade de gestantes, mães lactentes e crianças e, principalmente, o valor da renda dessas famílias, são os dados analisados.

O que é o recadastramento?

Esse recadastramento é feito anualmente e foi criado para analisar quais famílias ainda precisam receber o benefício. O recadastramento Bolsa Família é feito até para deixar o programa mais justo, evitando possíveis fraudes que prejudiquem famílias que realmente precisam do benefício.

O recadastramento é feito no CRAS (Centro de Referência e Assistência Social) e as famílias que ainda quiserem continuar recebendo esse benefício do governo precisam ficar alertas para realizar esse recadastramento. Os prazos são geralmente divulgados pela Caixa Econômica Federal.

Calendário Bolsa Família 2020: O que é?

O Calendário Bolsa Família 2020 foi criado para as famílias saberem quando o benefício estará disponível para saque. Todos os meses, o dinheiro é transferido para as famílias beneficiadas, porém, a data de recebimento varia.

Para saber o dia em que receberá o benefício, basta conferir o último número do seu NIS.

Por exemplo, se o número for 4, você receberá no dia 21/01, depois no dia 19/02 e assim por diante, conforme destacado na imagem abaixo.

Viu como o processo é simples? Basta saber qual é o último número do seu PIS e conferir no calendário. Fique atento pois você não recebe nos mesmos dias todos os meses.

Avanços tecnológicos e consultas

Graças ao avanço da tecnologia, hoje já é possível realizar consultas e diversos procedimentos burocráticos com mais facilidade.

Foi lançado recentemente o aplicativo do Bolsa Família. Através dele, o beneficiário pode realizar consultas ao Calendário Bolsa Família 2020, saber o saldo disponível para saque, consultar informações sobre o cadastro e também localizar qual a agência da Caixa Econômica Federal mais próxima.

Basta possuir um celular Android, iOS ou Windows Phone para poder baixar o aplicativo do Bolsa Família.

Outra maneira de você consultar todas as informações do Bolsa Família é acessar o site da Caixa Econômica Federal clicando aqui.

O Calendário Bolsa Família 2020 também é fixado em todas as agências da Caixa.

Alíquotas para contribuintes individuais e facultativos

Para contribuintes individuais e facultativos, as alíquotas são as seguintes:

Os valores discriminados foram os utilizados durante o ano de 2020. Para o ano de 2020 é preciso consultar novos valores no site da Previdência Social.

Valor

O cálculo da aposentadoria e de outros benefícios pagos pelo INSS variam conforme as contribuições recolhidas. Assim, para uma pessoa com 60 anos de idade e 35 de contribuição, de acordo com a fórmula 85/95, em 2016 foram os seguintes os valores:

  • Para quem ganhava até R$ 1.000,00, o benefício é de R$ 850,30;
  • Para salários até R$ 2.000,00, benefício de R$ 1.700,60;
  • Para salários até R$ 3.000,00, aposentadoria de R$ 2.550,90;
  • Para quem ganhava até R$ 4.000,00, valor de R$ 3.401,20;
  • Para quem ganhava até 5.000,00, aposentadoria de R$ 4.251,50.

A opção de cálculo mais vantajosa para quem está se aposentando é a fórmula 85/95. Quando a pessoa se aposenta mais cedo, de acordo com a expectativa de vida, os valores podem ser menores.

Entenda ainda sobre a Tabela INSS 2020.

Uma pessoa com 55 anos de idade e 35 de contribuição, por exemplo, terá o fator previdenciário mais baixo (0,7002), o que significa que sua aposentadoria é reduzida em pelo menos 30%. No entanto, quem tem 65 anos de idade e 40 de contribuição, poderá ter um acréscimo de 21,53% em sua renda, de acordo com a média salarial.

Essa condição ocorre porque o principal objetivo do fator previdenciário é desestimular o contribuinte a aposentar mais cedo. O sistema previdenciário segue a regra de capitalização, que é aplicada aos planos de previdência.

O contribuinte vai acumulando um capital pelos anos de contribuição e, se ele se aposenta antes da idade, o INSS devolve um valor menor mensalmente, uma vez que deverá ficar aposentado mais tempo. Uma pessoa em idade avança, por seu lado, terá um benefício mais alto.

Quem se aposenta com mais idade pode ter mais vantagens pela regra do fator previdenciário. No exemplo abaixo, vamos mostrar qual seria o benefício recebido por uma pessoa com 65 anos de idade e 35 anos de contribuição através das duas regras:

Faixa salarial média Benefício recebido pela regra do fator previdenciário Benefício recebido pela nova fórmula 85/95
R$ 1.000,00 R$ 1.054,10 R$ 1.000,00
R$ 2.000,00 R$ 2.108,20 R$ 2.000,00
R$ 3.000,00 R$ 3.162,30 R$ 3.000,00
R$ 4.000,00 R$ 4.216,40 R$ 4.000,00
R$ 5.000,00 R$ 4.663,75 R$ 4.617,92

Abono PIS 2020: Como Funciona?

Abono PIS 2020: Como Funciona?  Saiba agora como funciona o PIS 2020, quem tem direito a receber o Abono Salarial e como fazer para sacá-lo! Acompanhe as informações abaixo e saiba tudo sobre o Abono PIS 2020: Como Funciona?

O PIS – Programa de Integração Social – é um benefício concedido a todo funcionário da iniciativa privada, que tem como objetivo financiar o pagamento do seguro-desemprego, o abono salarial, entre outros. O PIS é pago pela Caixa Econômica Federal e administrado pelo Ministério da Fazenda. Confundido por muitos com o PASEP, o PIS é o benefício dos funcionários privados sendo pago pela Caixa; o PASEP é benefício dos funcionários públicos, sendo pago pelo Banco do Brasil.

Para ter direito ao Abono Salarial do PIS 2020, que tem o valor de 1 salário mínimo, o trabalhador precisa atender a certos requisitos, entre eles:

  • O trabalhador deverá estar devidamente cadastrado no PIS no mínimo por 5 anos;
  • Ter recebido uma remuneração mensal média de no máximo 2 salários mínimos durante o ano-base;
  • Deverá ter exercido uma atividade que tenha sido remunerada, ao menos por 30 dias, podendo ser consecutivos ou não, e que tenha sido no ano-base do benefício;
  • E suas informações deverão ter sido enviadas corretamente pela empresa através da RAIS – Relação Anual de Informações Sociais.

O pagamento do calendário Caixa PIS 2020 pode ser feito de várias formas:

  • Através de crédito diretamente na conta do trabalhador, caso este já possua uma conta corrente ou conta poupança na Caixa Econômica Federal;
  • Pode ser feito através de crédito na folha de pagamento do trabalhador;
  • O pagamento do Abono Salarial também pode ser feito através dos Caixas Eletrônicos e nos Correspondentes Caixa Aqui, desde que o trabalhador já tenha o Cartão do Cidadão.
  • Caso não tenha o Cartão do Cidadão, poderá sacar o Abono Salarial indo pessoalmente a uma agência da Caixa e apresentar o número do PIS e um documento de identidade com foto.

O pagamento do Abono Salarial é feito de acordo com o Calendário, por isto é importante ficar atento para não perder o prazo.

Outro detalhe importante é que de acordo com a Medida Provisória nº 665, todo trabalhador, para receber o Abono Salarial, precisará comprovar ter exercido alguma atividade remunerada, ininterrupta, ao menos por 180 dias no ano-base!

Empregada doméstica não tem direito ao Abono Salarial do PIS porque elas estão vinculadas a uma pessoa física, que é a pessoa que a contratou e somente quem trabalha para pessoa jurídica tem direito ao Abono Salarial.

O calendário PIS Caixa 2020 é o seguinte:

  • Nascidos nos meses de julho, agosto e setembro: pagamento dia 14 de julho de 2020.
  • Nascidos nos meses de outubro, novembro e dezembro: pagamento dia 13 de agosto de 2020.
  • Nascidos nos meses de janeiro, fevereiro e março: pagamento dia 15 de setembro de 2020.
  • Nascidos nos meses de abril, maio e junho: pagamento dia 13 de outubro de 2020.

Serviços burocráticos de Juiz de Fora já podem ser realizados de forma online

Diversas prefeituras se modernizaram e possibilitaram a realização de serviços burocráticos pela internet. Uma das coisas que você pode fazer é a emissão da segunda via do boleto IPTU Juiz de Fora 2020. Quer aprender tudo sobre o IPTU Juiz de Fora 2020? Fique conosco!

Poder resolver esses assuntos burocráticos pela internet facilita muito a vida dos cidadãos brasileiros. Basta ter algum aparelho com conexão à internet para acessar o site oficial da prefeitura e emitir a 2ª via de um boleto que você não recebeu ou simplesmente extraviou.

Antigamente, enfrentava-se filas enormes nas prefeituras. Hoje, tudo é mais rápido, fácil e seguro!

Para você ficar mais inteirado no assunto, vamos entender o que é o IPTU 2020? Abaixo vamos te explicar tudo sobre esse assunto. Acompanhe!

O Que é, e Qual a Função do IPTU?

Se você é proprietário de algum imóvel localizado em uma área urbana de Juiz de Fora, seja ele residencial ou comercial, se torna obrigado a pagar o IPTU Juiz de Fora 2020.

O significado de IPTU é Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana. Esse imposto é cobrado de qualquer proprietário de imóveis em áreas urbanas de Juiz de Fora, como explicamos acima, independente se for pessoa física ou jurídica.

Muitos municípios, atualmente, utilizam o dinheiro arrecadado para a formação de um fundo de melhorias para a região. Esse dinheiro costuma ser empregado em educação, saúde, transporte, segurança, limpeza e melhorias em geral.

  • Consulte também informações sobre o IPTU de Uberlândia 2020!

O valor do IPTU varia de região para região, pois cada município determina o valor que deverá ser pago de acordo com a sua jurisdição.

O Pagamento do Imposto é Obrigatório?

O pagamento da taxa do IPTU é obrigatório por lei, mas somente o proprietário legal é quem fica obrigado a realizar esse pagamento. Locatários, comodatários, titulares de direito de habitação e arrendatários não são obrigados a pagar por esse imposto.

Portanto, se você é proprietário de algum imóvel, saiba que o pagamento desse imposto é obrigatório e o não pagamento pode acarretar na perda da propriedade.

Não deixe de pagar. A prefeitura tem planos de parcelamento que podem facilitar muito sua vida!

Valor e Descontos

O valor do IPTU Juiz de Fora 2020 só será divulgado no começo do ano de 2020, muito provavelmente em janeiro.

Quando o cidadão opta em realizar o pagamento integralmente em uma única parcela, ele obtém um desconto de aproximadamente 20%.

Caso ele opte pelo parcelamento, não haverá desconto algum. Nesse caso, a vantagem é que as parcelas são divididas em até 10x sem juros.

Assim que a prefeitura de Juiz de Fora divulgar o valor do IPTU para 2020, nós atualizaremos o blog, portanto, fique atento.

Como Fazer a Emissão da 2ª Via do Boleto?

Imprimir a 2ª via do boleto de cobrança do IPTU Juiz de Fora 2020 é muito fácil, você precisa apenas acessar o site oficial da prefeitura clicando aqui.

Digite o número da inscrição imobiliária e o código correspondente da imagem. Com esses dois dados, você já conseguirá imprimir o seu boleto.

Lembre-se: ele só estará disponível no começo de 2020.

Contato

Se você deseja ir pessoalmente até a prefeitura de Juiz de Fora, anote o endereço.

  • Brasil, 2001 – Centro
  • Caso queira telefonar, acesse esse endereço, escolha o serviço desejado e anote o telefone.

27/01 – Mobilização na Praia de Ipanema, a favor do Casamento Igualitário da França

“SOUS LE PAVÉ, LA PLAGE”

No dia 27 de Janeiro, os franceses no Rio irão se mobilizar também a favor do direito de casamento para todos!

Na Praia de Ipanema, vamos apoiar o projeto do presidente francês François Hollande, que busca legalizar o casamento civil entre pessoas do mesmo sexo. E vamos colocar as palavras famosas da revolução de Maio de ’68 na prática ao pé da letra ao se reunirem na praia!

Enquanto que no Hexágono o desfile caminhará nas pedras frias parisienses, o desfile no Rio acontecerá na famosíssima praia de Ipanema, na qual os expatriados e seus amigos brasileiros, todos vestidos de branco, se reunirão para celebrar a igualdade sob o sol de verão da Cidade Maravilhosa. Sentados em cangas em vez de desfilar com cartazes, iremos escrever nossas mensagens na areia: este acontecimento apolítico acontecerá em um local típico carioca, reunindo em uma atmosfera aberta e amigável osgays franceses e brasileiros como também héteros de todos os horizontes políticos, bebendo caipirinha.

Cerca de 200 participantes são esperados neste evento à maneira brasileira, que também vão se esforçar para defender a imagem de uma França moderna e de vanguarda no exterior. O deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ), autor de uma proposta de emenda constitucional pelo casamento civil igualitário no Brasil, estará presente no evento.

As campanhas pelo casamento civil igualitário na França e no Brasil, juntas pela liberdade, a igualdade e a fraternidade!